Doces espinhos de nostalgia cinzenta.

Me de sua pintura 
Sua face
Seu amor
Minha cura
Me palavas que sempre quis dizer
Sua alma
Seu Carinho
Uma fartura
Me de seus beijos meu bem
Me de mais
O mundo que trouxe para mim
Deixe tudo para trás
Me de oh querido sua paz
Sua vida
Sua fantasia
Seu ar
Nosso ar
Nossos Beijos
Nosso desejos
Vários afagos
Ao doce sabor de um trago
Que não cessa o amor de ficar
Ficar e calar para mais tarde
Continuar a lembrar
Da sua pintura da nossa companhia
Das suas , das minhas flores
Da nossa alegria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chaves, antigas ,belas, amuletos.Divas