Nada mais, nada mais que uma perdida----'.-

Querido amigo
Indomável impaciente
Muito sai,
Pouco fala,
Muito mente,
A si mesmo,
Seu descrente
Sua vida,
Seu mar de dúvidas
Amargas ondas
Quebradas por injúrias
De sua cega e maldita
Colagem falsificada,
Ao coito, a família, a rua
Não se cuida,, não se cala
Sua língua, 
Sua cara,
Beiram ao seu amo-próprio
Se vendendo, ao negócio
Pobre e nula,
Maldita educação,
Pouco caiu em suas mãos,
Muito bateu em sua cara,
Vigaristas, a vida , o chão,
Tudo lhe amara
Em todo gosto de se mostrar assim,
Sem faceta, sem vida, quebrada
Como maldita onda , que lhe trouxe falsidade
Cortar a língua, perder a vida, o amor, a faixada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chaves, antigas ,belas, amuletos.Divas