Confúcio


Confuso tão quanto descrente de seus fascínios
Altos níveis de cafeina no ar
Gotas de vodka que sobraram me fazem lembrar
que deveria ter sido diferente
a pessoa que agora ausente
Sente falta e se lamente
por não obter mais
aquilo que quando possuía sua moça
agora não jaspe
não possui mais
Corre muito e se esbraveja
Todos veem e consentem
pelo moço que correra
pela moça
que lhe deu todo seu mundo
Criou o caos virou  sua profunda dor
O que lhe deu e colocou,
Sua ultima dose de vodka
Para sair de Santa Mar
Não voltar
tentar Viver
Com seu futuro presente
e a eterna dor latente
de nunca mais poder estar
com este garoto que lhe fez um dia
chorar lamentar
seu café esfriar até hoje
e suas gotas de vodka amarga acabar

Secar lagrimas não é fácil
puro prazer de levantar
não coloque vingança
em um futuro que não soubera sustentar
sua dor será a magoa eterna
que poucos conseguem levar
Volte ao mundo, volte com pressa
Ame sem medidas colocar
Não peça consequências
peça remessas de alegria
sem frustrações
ao mais Bel' prazer.

















Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chaves, antigas ,belas, amuletos.Divas